Agende um tratamento

Preencha seus dados e retornaremos com a
confirmação do seu agendamento.

Por favor preencha o campo.
Por favor preencha o campo ou verifique o endereço digitado.
Por favor preencha o campo com apenas números.
Por favor preencha o campo.
Por favor preencha o campo.
Home » Blog » Trabalhando no corpo e na mente com a Reflexologia

Trabalhando no corpo e na mente com a Reflexologia

A reflexologia baseia-se no princípio de que nos pés existem áreas ou pontos reflexos que correspondem a cada órgão, glândula e estrutura do corpo. Assim, ao receber estímulos nos pés, impulsos nervosos percorrem o corpo e chegam ao cérebro. A resposta do organismo é justamente enviar novos impulsos para os órgãos e buscar o equilíbrio. Esse processo também estimula a liberação de endorfinas que ajudam a reduzir a dor e o stress.

É por meio dessas reações que a reflexologia promove a harmonização do fluxo energético no corpo humano e ajuda a reequilibrar as funções físicas, mentais e emocionais. Corpo e mente e reflexologia andam, portanto, lado a lado.

Quais são os pontos da reflexologia?

Um bom reflexologista precisa conhecer bem o corpo humano. Esse profissional segue um mapa dos pés que funciona como um localizador de cada ponto que precisa receber estímulo. Estima-se que o corpo tenha 70 mil ramificações nervosas e que a reflexologia consiga trabalhar todas elas. Os resultados se refletem no corpo e mente e a reflexologia é a responsável por isso.

A seguir, vou apresentar a vocês alguns destes pontos e suas áreas reflexas:

  • O arco do pé reflete diversos pontos da área abdominal como o sistema digestivo, o fígado, pâncreas, apêndice, intestino grosso e delgado, entre outros.
  • A parte interior do pé reflete pontos da coluna, como cervical, torácica, lombar, sacro e cóccix.
  • Os dedos dos pés refletem áreas da cabeça e do pescoço, como a tireoide, os ouvidos e as amígdalas.
  • O calcanhar corresponde à área pélvica e o tornozelo aos órgãos reprodutores.
  • A parte exterior do pé reflete o sistema músculo-esquelético como costelas, esterno, escápula, mãos, pés, braços e pernas.

A descoberta da reflexologia

A origem exata da Reflexologia é difícil de precisar, mas trabalha-se com indícios de que existe uma origem milenar. Pictogramas encontrados na tumba de um médico egípcio, datada de 2330 a.C, são considerados o primeiro registro da reflexologia. Algumas teorias também dizem que os símbolos da técnica estão registrados nos pés das estátuas de Buda localizados na Índia e na China.

Caminhando para uma história mais recente, chegamos ao médico americano Willian H. Fitzgerald, que trouxe o conceito para a cultura ocidental em 1915. Ele aplicou a reflexologia podal pela primeira vez no Boston City Hospital, descobriu os canais de ligação que caminham pelo corpo verticalmente e abriu o caminho para o desenvolvimento da reflexologia como conhecemos hoje.

A fisioterapeuta Eunice Ingham também teve um papel importante na popularização da técnica. Na década de 1930 ela estudou as teorias já existentes e incluiu novas observações, resultando no que se tornou conhecido como a reflexologia moderna.

Que tal se tornar um reflexoterapeuta?

Essa história milenar e o já comprovado benefício da reflexologia, considerada uma terapia complementar integrativa, transformaram a técnica em um ótimo campo de trabalho. Hoje, existe demanda por reflexoterapeutas na rede pública de saúde e também em clínicas privadas, spas, academias, hotéis.

Tem, ainda, os profissionais independentes, que atendem em casa ou em suas próprias clínicas. Muitos médicos já indicam a reflexologia como uma terapia complementar a tratamentos de saúde. Isso significa que a pessoa continua tomando seus remédios e fazendo o tratamento prescrito, mas também se submete a sessões de reflexologia que ajudam a aliviar sintomas desagradáveis e a promover o bem-estar.

Por isso, o campo de trabalho para os reflexoterapeutas é amplo e essa pode ser a sua próxima profissão. Antes, claro, é preciso se preparar muito bem para conhecer e entender o poder do corpo humano. A Cetar oferece cursos inovadores para profissionalizar e transformar pessoas nos melhores reflexoterapeutas do mercado.

E se você quer saber mais sobre esses assuntos, acompanhe nossa página no Facebook e leia nossos posts especialmente preparados para você!

Compartilhe!

Leia também: